Mangia che te fa bene!

Ninguém pensa em Itália sem associar o país com uma cozinha deliciosa. Pasta, gnocchi, presuntos, queijos, vinhos! A lista é infinita!

Tentei seguir os conselhos do guia Toscana que comprei, e comer nos restaurantes mais baratos indicados no livro, por cada uma das cidades onde passamos. Nem sempre foi possível – em Arezzo, por exemplo, o café indicado no guia não abre às terças e quartas, e foi numa terça que a gente passou por lá.  Aliás foi o dia mais quente de nossa viagem inteira, então nem tive vontade de fazer muita coisa – paramos num café na Piazza Grande e ficamos lá bebendo suco de laranja e água.

Vamos lá.

Pra começar, fizemos muita comidinha em casa. Os supermercados vendem todo tipo de pasta fresca: nossos preferidos foram pici (um spagueti bem “gordinho”) e gnocchi al ragù. Na Itália descobri que essa coisa de “à bolognesa” não existe.  Molho de carne moída é ragù! Em alguns supermercados já comprávamos o molho pronto, homemade, uma delícia!

Na Toscana e na Umbria, a gente pode encontrar o ragù de carne bovina, claro, mas também de carne de javali (cinghiale, em italiano), é bem típico da região e uma delícia. Na verdade eu dificilmente diferenciaria o ragù de javali e o de carne de boi. Pode pedir, sem medo 🙂

Economizando e ainda assim comendo bem, alternamos dias fazendo comida em casa ou  almoçando sanduíches rápidos:

Comidinha em casa

Comidinha em casa

Em Firenze eu recomendo altamente um sandubinha de pecorino com prosciutto crudo no I Fratelini (eles tem vários outros sabores!). Custa só 2,5€ cada, e você ainda pode tomar uma tacinha de vinho Chianti Classico pra acompanhar. Sentamos na calçada mesmo. Atendimento rapidíssimo, sanduba delicioso (comi 2!) e você já está pronto pra continuar a bater perna.

Il Fratelini, Firenze

I Fratellini, Firenze

Ainda em Firenze, aceitamos a sugestão do guia de jantar no Il Latini. Havíamos feito reserva, mas nem sei se era preciso? Às 19:30, quando eles abrem, havia uma pequena multidão já esperando na porta. Daí eles abrem a porta e vão guiando as pessoas às mesas e o conceito é colocar pessoas que não se conhecem na mesma mesa, o que eu já sabia e estava empolgadíssima para experimentar! Fomos sentar junto com um casal e logo já veio a entrada. Não tirei fotos dos pratos no Il Latini 😦 porque em pouco tempo descobrimos que esse casal era – pasmem – brasileiro! E daí a conversa rolou solta e ninguém lembrou de tirar foto. Eram o Flávio, baiano que mora em Sampa, com sua esposa Ana Paula. Simpatissíssimos, conversamos sobre viagens, claro, e sobre comida! Me lembro apenas do prato principal, um Stracotto alla fiorentina que estava simplesmente di-vi-no, e de ter roubado o gnocchi vegetariano da Ana Paula, rs 🙂 Igualmente delicioso. Recomendo.

Il Latini
Il Latini

Em San Gimignano tivemos nossa primeira experiência desagradável com comida. Foi a única, também 🙂 Resolvemos almoçar no Le Terrazze, que fica bem na Piazza della Cisterna. Esse restaurante também estava bem recomendado no guia, mas não recomendamos, não gostamos e já já digo o porquê.

Primeiro, pedimos um simples spaguetti al ragù que demorou anos-luz pra chegar. Daí, quando chegou, estava frio!!! Frio e seco. Parecia que não tinha molho algum. Chamamos a garçonete e ela levou os pratos de volta – e depois voltou com os mesmos pratos, requentados no microondas! A essa altura a fome era grande e engolimos o spaguetti. Não antes de pedir azeite, que não estava sobre a mesa. Eis que a garçonete nos aparece com dois sachezinhos de azeite, um pra cada…

Spaguetti no Le Terrazze
Spaguetti no Le Terrazze
Azeite?
Azeite?

Essa experiência só não foi completamente arruinada porque nossas entradas estavam deliciosas:

Melone con Parma
Melone con Parma
Salada de tomate com mussarela e basílico
Salada de tomate com mussarela e basílico

Mas fomos embora sem deixar gorjeta.

Em Chianti visitamos o Castelo di Verrazzano e foi uma experiência deliciosa em todos os sentidos: o visual, os cheiros, a degustação inesquecível, a aula sobre a história do local no tour pela propriedade… recomendamos altamente, valeu cada minuto, cada euro. A especialidade deles é carne de javali, que eles criam no local – o salami de javali é simplesmente delicioso!

Castelo di Verrazzano
Castelo di Verrazzano

Claro que a grávida aqui não tomou esse vinho todo! Pra mim rolou um suco de uva naturalíssimo e delicioso.

Suco de uva
Suco de uva

Em Siena comemos um pici al ragù (um favorito, rs) no La Taverna del Capitano, que tem uma atmosfera incrível com as paredes cobertas de fotos do palio. Atendimento ótimo, bem pertinho da catedral, não tem como errar.

Pici al ragù
Pici al ragù

Um dos melhores pratos que comi nessas duas semanas na Toscana foi em Cortona. Um cannelloni de carne de javali com molho de ervilhas, no restaurante La Loggetta – La Locanda nel Loggiato. Além da comida maravilhosa, atendimento impecável e uma vista linda sobre a Piazza della Republica.

Caneloni de javali com molho de ervilhas
Cannelloni de javali com molho de ervilhas
Locanda nel Loggiato
Locanda nel Loggiato

Em Arezzo, mais um almoço baratinho que nos surpreendeu: um sandubinha diferente de tudo o que eu já tinha provado, numa ruelinha discreta, com mesinhas na calçada e cheia de locais. Juro que eu e marido éramos os únicos turistas ali – pelo menos estrangeiros. Estava bem cheio, mas depois de menos de 5 minutos descolamos uma mesinha na calçada e saboreamos um sandubinha de parma, queijo derretido e rúcula no La Tua Piadina.

La Tua Piadina
La Tua Piadina

Claro que comemos dois, cada 🙂

Em Montalcino, mais um almoço baratinho: um sanduba de pecorino fresco com parma (e eu queria outra coisa?!) na Fiaschetteria Italiana.

Fiaschetteria Italiana
Fiaschetteria Italiana

Nossa gran finale foi em Montepulciano. Eu havia feito reservas pela internet, com um mês de antecedência, pra jantar no terraço do Il Grifon d’Oro, com uma vista espetacular para o Lago Trasimeno. Era nosso aniversário de 3 anos de casamento e eu queria algo bem especial! Já adianto que não nos arrependemos por nenhum segundo. Começou com a vista. Depois o atendimento – só um garçon atendendo e dando conta do recado muitíssimo bem! Não esperamos muito tempo para nada: nem pelo menu, nem para fazermos o pedido, e o tempo entre um prato e outro foi perfeito. Lamento não ter memorizado o nome daquele garçon, muito fino e simpático.

De entrada:

Pecorino com mel, pão de alho com azeite e geléia de cebola
Pecorino com mel, pão de alho com azeite e geléia de cebola

Pasta:

Pici à moda da casa, com molho de tomate
Pici à moda da casa, com molho de tomate

 

E o prato principal:

Kebab
Kebab

Apesar dessa carne se chamar kebab, eu nunca tinha comido uma carne tão saborosa e bem temperada na Europa. Não era desses kebabs que a gente vê em cada esquina… Que delícia que estava!

Brindando no Il Grifon d'Oro
Brindando no Il Grifon d’Oro
Anúncios

Sobre Flavia

Uma brasileira que saiu do Brasil à francesa em 2003 e nunca mais voltou
Esse post foi publicado em Viajando. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Mangia che te fa bene!

  1. Luisa disse:

    Que delicia de post!
    Pra mim, a comida da Toscana é a melhor e as tuas fotos me abriram o apetite!
    Bjs

  2. vitortrotamundo disse:

    Olá! Muito bacana seu blog! Parabéns!
    Se puder adicione o meu blog em seu blogroll: http://www.victortrotamundo.wordpress.com

    Grande abraço!

  3. Flavia,
    Espetacular seu blog. E que bonitas as fotos desse post. Gostaríamos de convidá-la para fazer parte da comunidade Aproveite Sua Viagem, um Concierge Online sobre os melhores destinos do mundo. Colocamos seu link na nossa lista de blogs. Ficaremos felizes com a sua visita. Um grande abraço e parabéns,
    Equipe Aproveite Sua Viagem

  4. Felipe disse:

    A culinária italiana é excelente, da vontade de comer tudo! =)

  5. persabrasileiro disse:

    Oi Amiga Blogueira, passei para avisar que o “Persa Brasileiro na Provence” mudou de visual e de endereço: http://www.naprovence.com. Venha me visitar quando puder! Beijos e até breve.

  6. tripr3 disse:

    Gostei muito do seu blog!
    Oi! Vi que o seu blog também fala sobre viagens, turismo e achei super interessante! Gostaria de te convidar para conhecer o nosso blog, o Trip R3 (www.tripr3.wordpress.com) e se gostar, nos adicionar no seu blogroll. Aliás, já tomei a liberdade de adicionar o seu blog em nossa lista 😉
    Abraços,
    Sol.

  7. João Baccile disse:

    Vi sua dica sobre o Castelo di Verrazzano e reservei! Será uma surpresa para minha esposa, que acha que apenas ficaremos em Roma… obrigado e tudo de bom! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s